quinta-feira, 13 de maio de 2010

Um novo amor

Sementes e sorrisos.

Havia se passado dois anos, e nesses dois anos não vi mais você. Nem ela, minha melhor amiga. Nesse tempo todo, desde a primeira vez que te vi - te achei realmente estranho - , nunca houve um real sentimento sincero de amor. Sempre teve uma química, confesso. Ainda mais quando essa química era alimentada pela minha melhor amiga. Você também nunca foi fácil, sempre plantou sementes no meu coração, mas elas nunca passaram do limite. Nunca cresceram o suficiente. Talvez porque meu coração estivesse ocupado na época, não sei. A gente se dava bem, você me fazia rir, e não posso negar que de todos os garotos que eu já conheci em toda minha vida, você era um dos mais lindos. Depois que fui embora, nunca mais senti aquela química. Pensei em você algumas vezes, mas nada além disso. Dois anos sem te ver, aqui estou eu - de novo - realmente perto. Como é bom matar a saudade. Então você apareceu, me olhou com aqueles olhos que só você tem e sorriu. Ah, quando você sorriu, perdi o ar, perdi o chão e todo o controle sobre os meus sentimentos. Como aquelas sementes cresceram tão rápido? Quase abrindo um buraco no meu coração, de tão forte. Quando elas cresceram que eu não vi? Foi só o começo. Quando eu vi você sorrir eu sorri também. Então percebi - já era - me apaixonei.

4 comentários:

  1. E é assim mesmo que acontece!
    Bjoo!!

    ResponderExcluir
  2. Adoro os seus continhos, uma série é?
    O sorriso é encantador mesmo.

    Eu que tava com saudade das suas postagens, e dos seus comentários tbm *--*.
    Beeeijos linda.

    ResponderExcluir
  3. quero saber oq vai acontecer ! hahaha

    ResponderExcluir
  4. Ah, mas a paixão quando nasce é bem assim. Nasce ENOORME, e a gente nem sabe por onde começa a controlar
    hahaha.
    E quero saber o resto da história
    =]
    Beijos

    ResponderExcluir

Sua opinião é sempre muito importante!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...