domingo, 28 de novembro de 2010

Overdose de você


Não quero mais usar a minha droga diária: Você. Não hoje. Estou numa espécie de rehab interna, tentando livrar-me dos meus vícios e necessidades, que em sua maioria se resumem a você. Eu preciso me desintoxicar de todo e qualquer sentimento que venha a me fazer mal futuramente. Não está sendo fácil, acredite. Você está grudado em minha pele e em todos os meus órgãos, infiltrou-se no meu coração como se fosse a única pessoa do mundo. Você é a droga que me mata a cada dia mas que, mesmo assim, eu preciso para viver. Não é contraditório? Aquilo que me mata, me faz respirar. Eu estou conseguindo, eu preciso conseguir. Preciso me livrar desse e de todos os amores que habitam aqui dentro, pelo menos hoje. Hoje o único amor que eu quero é o amor próprio. E por mais que minha mente saiba que eu preciso lutar e ser forte, meu coração grita com urgência pelo seu sorriso. Essa rehab interna é a única forma de proteger-me de uma overdose de você. Você precisa entender que não podemos ficar juntos enquanto eu precisar incondicionalmente de você. Eu preciso recuperar a minha consciência, os meus sentidos e a minha razão. Eu preciso reconstruir o meu coração. Eu preciso estar segura e livre, sem necessidades, absolutamente livre para então ser tua. Para sempre.

33 comentários:

  1. AMIGAAA, lindo de novo, um arraso. Você é uma escritora nata, não há como negar. Tá no sangue. Parabéns, perfeito como sempre! Te amo s2

    ResponderExcluir
  2. A urgência do amor é tão inteira que fica pra trás qualquer prós e contras. Denso esse texto.

    Espero não perder contato, viu?

    Beijo imenso e maravilhosa semana.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  3. Te dou apoio total nessa Rehab interna...
    E se for um sucesso, me manda os contatos..tô precisando..rsss

    Lindo o post...
    Vc é fantásticas em seus textos...

    Bjinhus

    ResponderExcluir
  4. "Você precisa entender que não podemos ficar juntos enquanto eu precisar incondicionalmente de você. Eu preciso recuperar a minha consciência, os meus sentidos e a minha razão. Eu preciso reconstruir o meu coração. Eu preciso estar segura e livre, sem necessidades, absolutamente livre para então ser tua. Para sempre."

    Se todos pensassem assim os relacionamentos seriam mais equilibrados, pacíficos. Mas é realmente como tu falaste, é preciso primeiro nos amar, ter um certo controle, para, então, ser de outra pessoa. Esse post me lembrou a música da Pitty: "Só por hoje não quero mais te ver. Só por hoje não vou tomar minha dose de você.."

    =*

    ResponderExcluir
  5. Essa necessidade de liberdade eu conheço muito bem. É incrível como tudo me sufoca, como parece impossível me distanciar. Porque dói, porque eu preciso.
    Enfim, uma contradição, como eu já havia dito.

    Lindo. =)

    Que você encontre uma forma de ser livre mesmo quando não é.

    ResponderExcluir
  6. E como toda rehab, fica valendo o "só por hoje"! Um dia de cada vez pra gente se desvencilhar do que nos nutre e nos atormenta...

    Um beijo, querida!
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  7. Começar a se importar mais com agente e esquecer os outros é bom de vez em quando. Adorei o texto!

    ResponderExcluir
  8. Realmente não dar pra se importar sempre com os outros no lugar de nos importarmos com nós mesmos!
    Boa sorte na rehab!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Se é droga, realmente deve ser deixada de lado.
    Se é que me entende ^^'

    ResponderExcluir
  10. Liberte-se. O ser humano tem a necessidade de ser livre de tudo e de todos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Nossa, somos mesmo parecidas.
    Até com esse texto me vi em você.

    Sinto que ele é como uma droga em mim, que quanto mais o tenho mais o quero e não consigo viver sem.

    Um beijo linda, adorei o layout do blog.

    ResponderExcluir
  12. livre. Muito livre. Você vai estar.

    ResponderExcluir
  13. Parece que a entrega acaba com o amor. É tão bom aquele gostinho de proibido, misterioso e inaucansável (se é que escrevi certo, rs).

    ResponderExcluir
  14. Ah, já presenciei o rehab. Só esse ano, umas três vezes. O pior de tudo? Ainda não me considero 'limpa', de boa em relação à isso. Acho que só com muita terapia, e um pouco de tempo. Mas a gente reaprende. Como com a droga, a gente tem que começar a gostar de nós mesmos em primeiro lugar, e colocar o outro lá pra trás: no final da fila, no passado.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  15. Isso é o que muito se procura e, quando não se tem impressionante força, não é encontrado: amor próprio. É preciso força para aceitar que determinados desejos estão fora de mão ou não nos fazem tão bem quanto gostaríamos que fizessem e, é preciso mais força ainda para tomar um rumo diferente e arriscar nunca mais dar de cara com esses desejos, que podem demorar a se tornar antigos, ou simplesmente "passado". Contudo, quando se quer, se alcança, não é mesmo? Todos são capazes de aprender a amar, principalmente, se amar mais do que a essas "drogas", que consomem rapidamente o interior de cada um.
    Lindo o texto :) Boa sorte nessa "rehab"
    Um beijo :*

    ResponderExcluir
  16. Além de ser lindo o post,você têm toda razão em ter sua rehab,quando nos tornamos muito dependentes de um certo sentimento,é perigoso,por mais que pensamos hoje que não é.
    É preciso primeiro o amor próprio para então sentir um verdadeiro amor por alguém.

    Beijo

    ResponderExcluir
  17. Ah têm desafio pra você lá no blog!

    ResponderExcluir
  18. Libertar-se é se permitir à expansão do próprio ser.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  19. Nossa, que texto intenso, as vezes é dificil encontrar forças pra seguir em frente e ter amor próprio também, é sempre um desafio. Boa sorte pra vc!

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. "Eu preciso estar segura e livre, sem necessidades, absolutamente livre para então ser tua."

    Até parece que foi feito pra mim! Preciso me livrar dos meus vícios, pra finalmente não ser mais de ninguém e pensar mais em mim.

    Amei!
    Beijos, flôr.

    ResponderExcluir
  21. Preciso de uma rehab dessas também. As urgências sempre acabam comigo.

    Beijos, coração.

    ResponderExcluir
  22. Fiquei muito tempo na clinica para a reabilitação e hoje estou curada dessa droga... Beijo

    ResponderExcluir
  23. Mulher, quem não já passou por uma rehab, né? Mas o melhor de tudo (ou o pior) é que a gente sai pra entrar de novo. Hehe

    *-*

    ResponderExcluir
  24. As vezes esse excesso de amor não é uito bom pra nós mesmas ):

    ResponderExcluir
  25. Uma coisa que você falou aí é muito importante, nenhuma relação funciona quando um extremamente dependente do outro. Isso sufoca, isso machuca, isso não é legal. Sei lá onde que eu já li que a gente só consegue ser feliz com alguém quando não precisa dela pra ser feliz.
    Divaguei.
    beijo

    ResponderExcluir
  26. Nossa, lindo lindo lindo o texto.
    De verdade :D'
    Amor faz a gente perder o sentidos né? Por isso as vezes a coisas fluem melhor com a falta dele.

    Amei o texto mesmo '-'
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  27. Dependência demais faz mal mesmo! E ser prisioneira de certos sentimentos também. Sempre é bom termos tempo para cuidar de nós. ;)

    ResponderExcluir
  28. a gente sempre precisa de um rehab, precisamos ser muito nossas, pra depois emprestar um pedaço. só não podemos ter muito medo, nem sempre o outro espera. mas fugir dessa overdose pode ser ótimo. beijos

    ResponderExcluir
  29. Lindo texto! Existem muitos relacionamentos assim, essa rehab interna que você descreveu tão bem. Precisamos por vezes nos encontrarmos em nós mesmos, para depois nos entregarmos a alguém. Beijo!

    ResponderExcluir
  30. A rehab é uma maneira de você cuidar do seu coraçãozinho pra poder receber o melhor do amor.

    ResponderExcluir
  31. ''Não é contraditório? Aquilo que me mata, me faz respirar.''
    Adorei o texto. Acho que todo mundo sabe um pouquinho o que é isso.
    É complicado, mas o amor tem dessas artes e confusões que nos deixam na maior corda bamba mesmo.
    Beijos, querida!
    ;*

    ResponderExcluir

Sua opinião é sempre muito importante!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...